Sejam Bem Vindos

Olá,
Fiquem a vontade para navegar no meu blog, temos aqui a finalidade é discutir questões relacionadas a Educação, Tecnologia, Religião, Política, Sociedade, Historia, Prática Pedagógica, Pedagogia Empresarial etc. Bem como manter o público atualizado sobre os eventos (cursos,seminários,congressos, amostras culturais etc) que acontecem na área de Educação e/ou tecnologia.

domingo, 10 de agosto de 2008

Multimídia: Novos Recursos - Novas Práticas


Educação

“É necessário formular sistemas educacionais competitivos que incorporem novos elementos, tais como recursos tecnológicos e métodos de aprendizagem, tornado-os mais dinâmicos e eficazes e conservando seu propósito fundamental de formar pessoas individualmente forlalecidas e comprometidas com o progresso no aspecto humano e social” (Santos, 2003, p. 12 e 13).
Antes de abordar o tema multimídia é interessante entender seu conceito. De acordo com Vaughan (1994), é a combinação de texto, gráficos, sons, animações e vídeos através do computador ou outro meio eletrônico, ao contratário de que muitas pessoas acreditam ser apenas pelo uso do computador, apesar dele ser uma ferramenta de grande destaque no que se refere a essa palavra.
Conforme esta definição, percebe-se que o contexto atual está repleto de situações multimídia, ou seja, o aluno de hoje, está inserido em ambientes que proporcionam essas combinações, sejam elas no cinema, em casa ao assistir tv, ao jogar no computador ou videogame. E essas combinações de sons, imagens em movimento, possibilidade de interação com o eletrônico desperta a atenção dos indivíduos de forma que eles consigam permanecer neste meio por muitas horas.
Ao analisar este aspecto, nota-se que “Ser Professor”, passou a ser – “Ser Professor na Era Digital”. Desta forma, o processo educativo e todas as partes envolvidas têm que apresentar mudanças, romper com os paradigmas e interagir com este novo ambiente.
O professor deve estar atualizado, para que introduza suas novas práticas de forma crítica, para que não seja apenas um processo realizado de forma alienada e sem objetivos de melhorias na educação.
Assim, o facilitador do conhecimento deve trabalhar com as ferramentas tecnológicas, de forma que favoreça um processo de aprendizagem prazeroso, enriquecido e por conseqüência maior resultados por parte dos educandos.
O uso de cd’s interativos, desafios lúdicos, Internet, apresentações de audio-vídeo são elementos que contribuem para que o “comum” complemente e dê lugar ao “novo”. Porém, é de extrema necessidade que esta relação tenha um retorno educativo, a fim de construir um processo de ensino-aprendizagem reflexivo e motivador. Que o aluno passe de mero receptor de informações, para investigador, construtor de seus conhecimentos, proporcionando o desenvolvimento cognitivo, pessoal e social.

Artigo By Paula Zagui - Pós-Graduanda em Didática do Ensino Superior. Graduada em Comunicação Social – Publicidade e Propaganda e em Sistemas para Web.

Nenhum comentário: