Sejam Bem Vindos

Olá,
Fiquem a vontade para navegar no meu blog, temos aqui a finalidade é discutir questões relacionadas a Educação, Tecnologia, Religião, Política, Sociedade, Historia, Prática Pedagógica, Pedagogia Empresarial etc. Bem como manter o público atualizado sobre os eventos (cursos,seminários,congressos, amostras culturais etc) que acontecem na área de Educação e/ou tecnologia.

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Só um lembrete do Quintana ...


'A vida é o dever que nós trouxemos para fazer em casa.
Quando se vê, já são seis horas!
Quando se vê, já é sexta-feira. ..
Quando se vê, já terminou o ano...
Quando se vê, perdemos o amor da nossa vida.
Quando se vê, já passaram-se 50 anos!
Agora é tarde demais para ser reprovado.
Se me fosse dado, um dia, outra oportunidade, eu nem olhava o relógio.
Seguiria sempre em frente e iria jogando, pelo caminho, a casca dourada e inútil das horas.
Desta forma, eu digo:

 Não deixe de fazer algo que gosta devido à falta de tempo, pois a única falta que terá, será desse tempo que infelizmente não voltará mais.' 
 
Mário Quintana

Prezados Amigos,
Desejo a todos um Feliz 2010!
 

Que Venha o ano novo


Logo em breve o ano estará terminando  e precisamos nos conscientizar de que, se não fizemos o melhor, pelo menos tentamos. O sol está prestes a raiar no horizonte anunciando o novo ano que vai nascer; o momento é de muita euforia.
É nao poderia ser diferente, a esperança se renova na certeza de dias melhores. É chegada a hora de dar uma trégua para fazer um minucioso balanço de tudo que foi vivido até agora. Vamos Fazer um rascunho, e analizar cada momento vivido, na certeza de que vamos achar o ponto de equilíbrio para seguir com muito mais segurança esse novo desafio que teremos pela frente.
Para que o novo ano não seja igual, lancemos o desafio, estabelecamos as nossas metas vamos nos aventurar mais, fujir da rotina cotidiana que sempre norteia a nossa  vida o ano inteirinho simplesmente por não ter tentado outras alternativas de vida. Façamos um pacto,  mais vale se arriscar do que se lamentar de pelo menos não ter tentado.
Vamos resolver os nossos problemas, mas somente um de cada vez, deixemos que o tempo se encarregue de apaziguar possíveis desavenças que uma vez ou outra possam surgir. Como já foi dito, o equilíbrio será sem dúvida alguma o fiel da balança das nossas vidas, é ele que vai fazer com que possamos controlar a vida dentro da mais perfeita ordem e harmonia.
Vamos receber o novo ano  com um largo sorriso, e um coração repleto de amor para o que der e vier.

sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

Mensagem de natal: E se Cristo não tivesse nascido?


Há alguns anos foi publicado um curioso cartão de Natal, com os dizeres: "Se Cristo não tivesse nascido."

Um pastor adormeceu em seu escritório numa manhã de Natal e sonhou com um mundo para o qual Jesus nunca tinha vindo. Em seu sonho, viu-se andando pela casa: mas lá não havia presentes, nem árvore de Natal, nem guirlandas enfeitadas; e não havia Cristo para confortar, alegrar e salvar.

Andou pelas ruas, mas não havia igrejas com suas torres agudas apontando para o Céu. Voltou para casa e sentou-se na biblioteca, mas todos os livros sobre o Salvador tinham desaparecido.

Alguém bateu-lhe à porta, e um mensageiro pediu-lhe que fosse visitar sua pobre mãe à morte. Ele apressou-se a acompanhar o filho choroso; chegou àquela casa e disse: "Eu tenho aqui alguma coisa que a confortará". Abriu a Bíblia, procurando alguma promessa bem conhecida, mas viu que ela terminava em Malaquias. E não havia evangelho, nem promessa de esperança. E ele só pode abaixar a cabeça e chorar com a enferma, em angústia e desespero.

Não muito depois, estava ao lado de seu esquife, dirigindo o ofício fúnebre, mas não havia mensagem de consolação, nem palavra de ressurreição gloriosa, nem céu aberto; mas somente "cinza a cinza e pó ao pó" e um longo e eterno adeus.

O pastor percebeu, afinal, que "ELE não tinha vindo". E rompeu em lágrimas e amargo pranto, em seu triste sonho. De repente, acordou ao som de um acorde. E um grande brado de júbilo saiu-lhe dos lábios, ao ouvir, em sua igreja ao lado, o coro a cantar:


"Ó vinde, fiéis, triunfantes, alegres,
Sim, vinde a Belém, já movidos de amor.
Nasceu vosso Rei, o Cristo prometido!
Oh, vinde, adoremos ao nosso Senhor!"


Regozijemo-nos e alegremo-nos hoje, porque "ELE VEIO"!

Caro amigo, Cristo é o motivo da nossa festa! Cristo é o motivo da nossa alegria! Cristo é o Sentido do Natal.

Minha oração é que neste dia onde as famílias se encontram em suas ceias natalinas haja no coração de cada um palavras de louvor àquele que por amor tornou-se um de nós.


FELIZ NATAL!

***
Por Renato Vargens publicado, no Púlpito Cristão