Sejam Bem Vindos

Olá,
Fiquem a vontade para navegar no meu blog, temos aqui a finalidade é discutir questões relacionadas a Educação, Tecnologia, Religião, Política, Sociedade, Historia, Prática Pedagógica, Pedagogia Empresarial etc. Bem como manter o público atualizado sobre os eventos (cursos,seminários,congressos, amostras culturais etc) que acontecem na área de Educação e/ou tecnologia.

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

2011 o ano do centenário das Assembléias de Deus no Brasil

Este ano teremos uma comemoração em especial: o centenário das Assembléias de Deus. Em 19 de novembro de 1910, um ano após a primeira regulamentação legal que permitia a realização de cultos que não fossem da religião oficial no Brasil, dois jovens de origem sueca, Gunnar Vingren e Daniel Berg, desembarcam em Belém, capital do estado do Pará, oriundos dos Estados Unidos. A principal novidade que traziam na bagagem era a doutrina do batismo no Espírito Santo, que tem como a evidência inicial o falar em línguas.

Na verdade aqueles dois jovens missionários traziam muito mais do que uma “novidade teológica” – deram início a um movimento que revolucionou o cenário religioso e social brasileiro.

Segundo a antropóloga Clara Mafra, as igrejinhas das Assembléias de Deus se multiplicaram e espalharam-se rapidamente pelo Brasil conforme os fluxos migratórios da população trabalhadora. Primeiro pelo Norte e Nordeste com o ciclo da borracha, depois para o Sudeste e Sul. Reunindo gente simples e humilde, característica que contrastava com o barulho impetuoso da oração em “línguas estranhas.” Diante dos visitantes os pentecostais ofereciam não explicações, mas o convite para a participação nos cultos e reuniões.

Além da imersão no espírito, outra característica que é chave para compreendermos nossa identidade é a valorização da leitura e estudo da Bíblia Sagrada. Em um país com índices altos de analfabetismo, nossas Escolas Dominicais tornaram-se verdadeiros centros de alfabetização populares distribuídos em todo o território nacional, além de incentivar a leitura como prática diária.

Estas duas características entre outras, transformaram cada crente em um missionário e as Assembléias de Deus na maior igreja pentecostal do país.




sábado, 15 de janeiro de 2011

Treinamento é repetição


A importância da frequência

Se você se propõe a fazer caminhadas, por exemplo, todos sabem que não adianta sair num domingo de manhã e correr 40 quilômetros. É preciso treinar, é necessário começar com o primeiro passo e ir aumentando o grau de dificuldade. É importantíssimo a frequência, a repetição, a repetição, a repetição… isto é treinamento. O resto é palestra.

O calendário de atividades de treinamento não precisa ser muito extenso. Basta um reforço a cada três meses para que uma equipe mostre resultados efetivos e permanentes em apenas um ou dois anos. Depois que uma equipe “pega o jeito”, até o treinamento dos novos passa a ser mais fácil.

Você pode começar com uma palestra e uma dinâmica de grupo para formalizar o início do treinamento, porque a maioria das pessoas estudaram em uma escola regular e têm subliminarmente definido que treinamento depende de um professor e alguns alunos. Fazemos assim pra não "arrombar" os preconceitos sociais.

Depois disso, vale programar aulas a distância, jogos presenciais, simulações, dias de campo, etc. sempre focando onde se quer chegar, repetindo os conceitos, os princípios que a sua organização pretende seguir, de acordo com os objetivos que se quer alcançar, inclusive a formação profissional, ou seja, atividades que objetivam a preparação imediata para o trabalho de indivíduos, menores ou maiores, através da aprendizagem metódica, da qualificação profissional e do aperfeiçoamento e especialização técnica, em todos os níveis.

Fonte: http://www.mh.etc.br/blog/relacoes-humanas/treinamento-e-repeticao