Sejam Bem Vindos

Olá,
Fiquem a vontade para navegar no meu blog, temos aqui a finalidade é discutir questões relacionadas a Educação, Tecnologia, Religião, Política, Sociedade, Historia, Prática Pedagógica, Pedagogia Empresarial etc. Bem como manter o público atualizado sobre os eventos (cursos,seminários,congressos, amostras culturais etc) que acontecem na área de Educação e/ou tecnologia.

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Como preparar uma apresentação encantadora?


Se você está precisando apresentar algo na universidade ou no seu trabalho, é bom ficar atento a algumas dicas para surpreender seu público


Apresentação. Por mais que essa palavrinha cause verdadeiros calafrios em algumas pessoas, todas, independente da área, precisam apresentar algum trabalho em um momento de suas vidas.
Quando estamos na universidade ou atuando em determinadas áreas profissionais, fazer uma apresentação torna-se algo ainda mais frequente. No entanto, muitos sentem dificuldade para transmitir o conteúdo e transformam esse momento em um verdadeiro suplício para quem está assistindo e para ele mesmo.
"Traduzir para o papel uma ideia não é uma tarefa fácil. Por isso, constantemente vemos boas ideias não serem bem transmitidas. Às vezes fica uma repetição de textos que cansam o leitor e no final não entregam o que prometeram", lembra Manuela Baraad, sócia da Bistrô de Ideias, empresa especializada em preparar apresentações.
Caso você tenha se identificado com a situação acima, calma, temos uma boa notícia: não é preciso nascer com um dom para fazer boas apresentações. Muito se deve ao treino e a união entre o visual e a forma como o conteúdo é transmitido. "Quando tudo funciona em perfeita sintonia, a mensagem ganha mais força e clareza. O padrão visual tem um papel muito mais importante que apenas a estética da apresentação. É ele que direciona o tom da comunicação e ajuda a atrair a atenção do expectador", ressalta Manuela Baraad.
Acadêmicas x profissionais
Muitos não sabem, mas as construções das apresentações profissionais e das acadêmicas seguem a mesma linha de preparo. As diferenças irão aparecer dependendo do assunto que será abordado.
"Por exemplo, uma apresentação acadêmica tende a ter um conteúdo mais denso e extenso e por isso será mais técnica que uma apresentação profissional. Já nas apresentações profissionais atuais, um dos pré-requisitos é que deve ser apresentada em cada vez menos tempo, porém com a mesma qualidade. Isto exige uma maior utilização de recursos visuais, imagens impactantes e foco na informação principal", ressalta a especialista Manuela.
Os torturadores das apresentações
Sem sombra de dúvida, as imagens de clip-art, excesso de textos e exagero nos efeitos visuais são alguns dos grandes torturadores nas apresentações de PowerPoint. No entanto, não são apenas eles.
"Podemos destacar também a falta de objetividade. Apresentações muito grandes, beirando muitas vezes a prolixidade, cansam o leitor e na maioria das vezes poderiam passar a mesma mensagem, explorando melhor a informação a ser passada. O tempo destinado a uma apresentação faz parte do sucesso dela", destaca a sócia da Bistrô de Ideias.
Criando apresentações encantadoras
As apresentações de Steve Jobs sobre os lançamentos da Apple eram memoráveis e conseguiam prender e encantar a todos que assistiam. E o segredo delas estava em transmitir um conteúdo aparentemente complexo em algo simples e marcante.
"Jobs e sua equipe foram capazes de dissecar informações técnicas chegando à raiz da questão e transformando tudo em uma imagem que diz tudo sobre o produto. A Apple conseguiu apresentar o MacBookAir apenas mostrando que cabe em um envelope e o IPod dizendo quantas músicas cabiam em seu bolso, sem cair na tentação de apresentar todos os seus detalhes técnicos", afirma Manuela. E a especialista deixa uma reflexão bem simples sobre o assunto: "A tentação de mostrar os mínimos detalhes é enorme, principalmente para aqueles que estão envolvidos no projeto, mas para quem está assistindo terá o mesmo impacto?".
Dicas para montar sua apresentação
Com a colaboração da Manuela Baraad, o portal Administradores elaborou algumas dicas para você fazer excelentes apresentações. Lembre-se, o tempo de preparação de uma boa apresentação irá depender do tamanho e da informação que será desenvolvida.


Por Fábio Bandeira de Mello, www.administradores.com.br


terça-feira, 11 de dezembro de 2012

MASTIGAÇÃO da Gestão: Liderar Equipes

MASTIGAÇÃO da Gestão: Liderar Equipes: Também conhecida como “Geração da Internet ”, a geração Y é representada por jovens nascidos após 1980.
COMO LIDAR COM A GERAÇÃO Y?

Ainda que existam algumas similaridades, é inegável que a convivência entre indivíduos das diferentes gerações pode ser muito conflituosa se os indivíduos não souberem lidar com o outro. Isso é verificável em contextos familiares (pais e filhos, por exemplo) e, especialmente, no ambiente profissional.

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Sua bagunça pode comprometer a sua carreira

bagunça

Sua bagunça pode comprometer a sua carreira

Seu espaço de trabalho é organizado ou você é daquelas pessoas que colecionam papéis, caixas de arquivos, pastas e até copinhos descartáveis em cima da mesa? O desktop do seu computador é limpo e organizado ou é lotado de ícones amontoados e sem critério? Sua caixa de entrada de e-mails está sempre vazia ou abarrotada com mensagens antigas?
Atenção! A maneira como você organiza e gerencia seu espaço de trabalho pode afetar sua carreira.

A forma como você é percebido pelas outras pessoas pode fazer a diferença na hora de ser escolhido para gerenciar um novo projeto ou ser promovido.


No caso do empreendedor ou profissional liberal pode significar ganhar ou não um novo cliente. Tão importante como vestir-se bem ou relacionar-se bem é manter a boa aparência e produtividade na sua área de trabalho.
A desordem comunica uma mensagem ruim. Uma mesa bagunçada e desorganizada aponta geralmente para uma pessoa bagunçada e desorganizada.
Pesquisa feita na Universidade do Texas nos USA mostrou que colegas de trabalho percebem os desorganizados como ineficientes e não imaginativos.
Portanto, mesmo que você se veja como um "gênio criativo" e ache que consegue se dar bem num ambiente bagunçado, são grandes as possibilidades de que seus colegas, gerentes ou clientes, não o vejam da mesma maneira.Um estudo da OfficeMax , grande varejista americano de material de escritório, constatou que 90% dos americanos acreditam que a desordem tem um impacto negativo em suas vida seu no seu trabalho.
77% dos entrevistados disseram que a desorganização afeta sua produtividade. Além disso, mais da metade dos entrevistados disse que a desorganização prejudica o seu estado de espírito e os níveis de motivação, enquanto duas em cada cinco pessoas disseram ter sua imagem profissional afetada pela bagunça.
Mas se tanta gente tem a consciência de quanto a desorganização pode ser prejudicial para a produtividade, por que não tomam uma atitude e acabam de vez com a bagunça? Muitas vezes falta a motivação necessária ou mesmo saber por onde começar.
Na pesquisa da Officemax, 26% dos participantes disseram que eram desorganizados, pois não tinham espaço suficiente para suas coisas. Segundo Peter Walsh, especialista americano, o problema não é a falta de espaço e sim o fato das pessoas terem coisas demais.
Ele define a bagunça em duas categorias: Bagunça da Memória, aquela que lembra você de uma pessoa importante ou de um objetivo que quer alcançar, e a Bagunça tipo eu-posso-precisar-disso-algum-dia. Ironicamente, quanto mais coisas você mantém à sua volta para se sentir com o controle, mais as pessoas vão achar que você não tem controle sobre o que acontece à sua volta.
Definir limites para a quantidade de coisas que você vai tolerar desde o início, é desafiar-se a cumpri-los. Permita-se apenas uma estante. Quando estiver cheia, doe um livro para cada novo que adicionar.
O mesmo vale para os arquivos. Quando ficar carregado, é hora jogar fora alguns dos papéis que você não precisa mais. Walsh afirma que "80% dos papéis que temos em um arquivo ou armário nunca verão a luz do dia".
Uma pessoa com quem ele recentemente havia trabalhado possuía caixas de arquivo com recibos de 1989, incluindo recibos de sanduíches que ele havia pago em dinheiro. Aí vai faltar espaço mesmo!
Fazer manutenção em longo prazo é tão importante quanto o plano de organização original. Crie o compromisso de duas vezes por ano percorrer seus arquivos antigos, a cada seis semanas para limpar as gavetas de sua mesa e, ao final de cada dia para organizar e jogar coisas fora.
"Os 10 minutos mais importantes de cada dia são os 10 minutos antes de ir para casa à noite", diz Walsh. Ele aconselha a usar o final do dia para colocar as coisas em seus lugares, jogar lixo fora, e escrever a lista de coisas a fazer. Assim, seu escritório parecerá um lugar mais produtivo e acolhedor todas as manhãs.
Aqui na minha empresa, também criamos enquetes que foram respondidas no nosso portal por mais de 5 mil internautas e que mostra a percepção que tem as pessoas quanto à desorganização em seu ambiente de trabalho.
Para encerrar, observe os espaços de trabalho de outros colegas à sua volta e ao que isto está associado. Que tipo de mensagem eles emitem?Perceba que tipo de mensagem você também pode estar transmitindo através do seu próprio espaço de trabalho. É esta a forma como você quer que as pessoas te percebam ou avaliem? Se não é, está na hora de mudar. Sua carreira e o seu futuro podem muito bem depender disto.
Por José Luiz Cunha, Administradores.com / José Luiz Cunha é CEO da OZ! Organize sua Vida, empresa especializada em conteúdo sobre organização pessoal e profissional. 

domingo, 2 de dezembro de 2012

MASTIGAÇÃO da Gestão: Felicidade no trabalho

MASTIGAÇÃO da Gestão: Felicidade no trabalho: O ´Índice de Felicidade no Trabalho´ apresentado em `As melhores empresas para você trabalhar´ é composto por 70% do índice de qualidade d...